Volume
Redes
Sociais
Publicidade Topo
Após “briga” com Denílson, Justiça ordena que TVs paguem cachês de Belo em juízo
08/11/2017 - 10h26 em Notícias

Ao que parece, o Denilson, enfim, conseguiu na justiça que Belo o pague após uma quebra de contrato comercial do cantor com o comentarista. O valor é de R$ 4,7 milhões. Com correções, chega a R$ 5,8 milhões, segundo o “UOL”.

Com a nova ordem, a Justiça de SP determinou que as principais emissoras de TVs do país depositem em juízo eventuais cachês para Belo.

“Visando a penhora para satisfação do crédito, oficiem-se as empresas Rede Globo, SBT, Record, Bandeirantes, Gazeta e Rede TV!, determinando que efetuem o deposito judicial, à disposição deste Juízo, de eventual crédito que o executado faça jus, por si ou como representante das empresas das quais é sócio”, informou o juiz Carlos Mazza Melfi.

Entenda o caso:

Belo deixou o grupo Soweto em 2000 para seguir carreira solo, e, nessa época, o ex-jogador tinha os direitos sobre a banda. Chateado, Denilson acionou a Justiça cobrando um valor por quebra de contrato.

APÓS PEDIDO DE INDENIZAÇÃO NEGADO, DENILSON ZOMBA DE BELO

O ex-jogador Denilson debochou de Belo nas redes sociais, após saber que a Justiça negou um pedido de indenização feito pelo cantor.

“Justiça feita!! Obrigado aos responsáveis pela decisão!! Meu pai e minha mãe diziam filho ande no caminho correto… e assim vou levando minha vida. #verdadeveioatona BELO FINAL DE SEMANA A TODOS”, escreveu o atual comentarista de TV.

Em outra publicação, ele aparece em um vídeo, durante uma refeição com amigos, fazendo “um BELO BRINDE A TODOS”.

Belo queria receber R$ 500 mil a partir de um processo por danos morais e retratação contra Denilson após ter sido cobrado publicamente por uma dívida, nas redes sociais, em abril passado. No processo, ele alega que se sentiu “humilhado, constrangido e incomodado” com a cobrança.

 

COMENTÁRIOS